Avaliação da Cama Auxiliar Agarradinho

Depois de algum tempo, voltei 😉

Bom, com a chegada ao final da gravidez, minha cabeça anda meio longe do blog. Ansiedade, organização das coisas e o trabalho um pouco agitado tem dificultado escrever…mas não quero abandonar aqui, então vai mais uma análise!

O produto da vez, já comentado no blog, é o berço acoplável à cama que comprei, denominada “Cama Auxiliar Agarradinho” pelo fabricante.

Cama Auxiliar Agarradinho

Vou tentar seguir a linha da análise realizada na avaliação do berço do quarto do bebê. Então vamos lá:

  •  A Compra:

Adquiri a Cama Auxiliar Agarradinho com Colchão e Protetor Azul – Branco Laqueado. Isto porque ele possui medidas que fogem ao padrão, e eu tinha dúvidas se valia a pena comprar fora do pedido o colchão ou o protetor de berço.

O site da Meu Móvel de Madeira é ótimo, fácil de navegar e ainda tem um programa bacana de fidelidade. O diferencial que achei mais legal é que se o produto adquirido baixar de preço em até 30 dias após a compra, eles te devolvem em crédito a diferença que você pagou a mais. E não é que a situação ocorreu comigo? Alguns dias depois entrou o crédito da diferença de preço para eu gastar em outras coisas.

Assim, facilmente volto a comprar nesta loja.

  • Entrega

A entrega ocorreu adequadamente, via transportadora, dentro do prazo previsto.

Assim, avalio como positiva a entrega.

  • Apresentação

O berço acoplável vem em apenas uma caixa, e achei bem embalado. De toda forma, uma das peças veio quebrada e só percebi na hora de montar, mas isso abordo no próximo tópico.

Aah, as caixas guardam uma surpresa. Achei uma boa sacada também!

Quanto ao manual, super tranquilo de entender o passo a passo.

A fita crepe foi para manter a caixa fechada após eu checar se todas as peças estavam nela.

A fita crepe foi para manter a caixa fechada após eu checar a presença das peças.

  • Montagem

Para montar este berço torna-se necessária a presença de duas pessoas em alguns momentos. Mas achei o procedimento simples.

Eu deixei mais pro final da gravidez sua montagem pois, como ele fica no quarto do casal e não do bebê, ao montá-lo você abre mão do conforto no acesso a cama pela lateral em que o instalar.

O problema é que ao iniciar a montagem percebi que uma das grades veio com suas travas de madeira quebradas:

Em razão deste problema, fiz uma adaptação que, na minha opinião, é uma solução melhor do que a de fábrica. Inseri parafusos para unir as peças no lugar dos frágeis pinos de madeira quebrados. Em razão disso, não acionei a garantia.

Tal problema evidenciou que existe uma certa fragilidade de algumas peças, e isto pode prejudicar sua durabilidade.Todavia, como ele é voltado para “bebês de até 6 meses de idade, 65 cm de altura ou até 9kg.”, creio que ele não decepcione no uso em sua proposta.

Interessante perceber que vem peças para o fixar na cama ou box. No meu caso não usarei, já que a própria parede impede qualquer tipo de movimentação – afinal, o maior risco destes berços acoplados seria a abertura de um vão entre a cama dos pais e o próprio berço.

A regulagem dela é tranquila, realizada através de parafusos que percorrem um vão nas madeiras da lateral. Só lembre de apertar adequadamente para não correr o risco de descer a base do colchão.

Por fim, quando não for mais berço o móvel pode ser utilizado como escrivaninha. Interessante né?

  • Demais acessórios

Bom, quanto ao protetor de berço, ele é razoavelmente fino, ou seja, é bem remoto o risco de sufocamento. Assim, como o bebê só deve ficar no nosso quarto para dormir a noite, quando estaremos ao lado dele, não vi riscos. Já a capinha de travesseiro que veio não devemos utilizar, afinal, bebê não precisa de travesseiro. 😉

Obs: Cabe lembrar que fiz uma breve análise da segurança dos protetores de berço neste post.

Já em relação ao colchão, preferia que ele tivesse uma dureza maior: As recomendações para bebês são os de densidade 18 (D-18). Não consegui extrair qual é a densidade dele, mas pela comparação com o do berço normal (D-18) percebe-se a diferença.

  • Avaliação final

No geral, gostei da Cama Auxiliar Agarradinho. Todavia, poderiam melhorar a forma de fixar as peças, evitando o uso de pinos de madeira que não são muito resistentes.

Por fim, este produto é recomendado para quem quiser manter o recém nascido no quarto dos pais. Atentar, contudo, as medidas similares a um moisés, o que limita seu uso até uns 6 meses. 🙂

Anúncios

3 respostas em “Avaliação da Cama Auxiliar Agarradinho

  1. Achei uma excelente opção para ter o bebê na fase de recém nascido do lado! Durante o dia ele ficará no quartinho dele no berço normal e à noite conosco no quarto. A ideia realmente é muito boa pq eu acho que à noite, mesmo com a babá eletrônica, ficamos inseguros em deixar um bebezinho tão pequenino sozinho em outro quarto… acaba de sair da barriga da mãe para ficar completamente sozinho em um quarto escuro durante à noite?! Meu coração aperta de pensar… ♥ Achei o bercinho o máximo para os 3/4 primeiros meses!

  2. Achei ótimo, uma boa pedida…tanto pro bebê que não fica sozinho e tanto pra Mamãe que pode amamentar deitadinha mesmo e depois só por o bebê pra arrotar…acho que visa mais o conforto da Mamãe, de não ter que levantar na madrugada para amamentar, só dá gente acordar e continuar na cama é uma maravilha!!! Pois quem é Mamãe e Papai sabem o quanto é cansativo no primeiro mês!!! Até para trocar a fralda consegue trocar na cama agarradinho!!! Gostei!!! Depois da primeira noite conte-nos como foi a experiencia!!! Bjosss

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s