Revisitando: A bolsa do bebê (ou melhor, a mochila!)

Pessoal,

Dentro das coisas que na montagem do enxoval constituiu-se uma dúvida, a compra (e uso) da mochila era algo que a mamãe nem imaginava e eu fazia questão.

Agora está na hora de apontar o resultado do post lá atrás. E digo: A mochila ganhou. Mas qual compramos? E quais as vantagens e desvantagens dela? Continuar lendo

Terceiro desafio: A bolsa do bebê (ou melhor, a mochila!)

“Mas como assim? Pai escolhendo bolsa de bebê?! Já é frescura demais!”

Bom, pausa para a realidade: Quem carrega a tal da bolsa do bebê a maior parte do tempo quando o casal sai junto? O pai, oras! Então você, pai, não vai querer que sua querida esposa arrume um trambolho pesado e ruim de carregar porque achou a tal bolsa “uma fofura”! Esse é o tipo de erro que o futuro pai cai e só percebe depois, ao ter que carregar a dita cuja ou então maltratar a esposa, restando a ela carregar o filho e a bolsa fashion, o que imagino não ser a intenção de ninguém…

Então vamos lá: Eu gosto mesmo é de mochila. Afinal, colocou nas costas e você se sente livre para andar, correr, pular e não sentir sua coluna entortando para dar uma compensada no peso.

Continuar lendo